Ser Lesado

Curiosidade e Informação sobre Lesão Medular

Seped visita instituição de tratamento de pessoas com lesão medular no Amazonas

Posted by on abr 13, 2017

A secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Vânia Suely, acompanhada da equipe técnica da Seped, visitou na manhã desta quarta-feira, 12 de abril, a Organização da Sociedade Civil (OSC) Centro de Vida Independente do Amazonas (CVI), localizada no conjunto Atilio Andreazza, no bairro Japiim, zona sul de Manaus.

A instituição atende diariamente 55 pessoas com deficiência física, auditiva e intelectual nas áreas de reabilitação, atendimento social, psicologia, nutrição, fonoaudióloga, biometria, enfermagem, fisioterapia e atividades paralímpica, alem de ser uma das primeiras OSCs do Brasil especializada nos atendimentos de pessoas com lesão medular. O CVI se destaca nacionalmente como a única OSC do país a realizar a dispensação de sondas, importadas da Europa para pessoas com deficiência com lesão medular diagnosticadas com incontinência urinaria. Os dispositivos são repassados ao CVI por meio de um convênio com a Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas (Susam).

Segundo o presidente da instituição, Ronaldo André Bacry Brasil, o CVI Amazonas se tornou referência nacional por causa da dispensação de sondas importadas. “Estamos ajudando dezenas de pessoas com deficiência que não tem como comprar a sonda. Ao mesmo tempo, estamos diminuindo significativamente os casos de internação de pessoas com infecção urinaria e, assim, contribuindo para a redução de custos na rede estadual de saúde”, disse Ronaldo, que também destacou a visita da titular da Seped, que, na oportunidade, pôde conhecer melhor o trabalho multidisciplinar realizado na OSC.

A titular da Seped, Vânia Suely disse que o trabalho realizado no CVI é de grande importância para essa parcela da população “Fiquei maravilhada com o trabalho que é realizado aqui. Estou muito feliz em ver várias pessoas sendo atendidas pela equipe multidisciplinar. Tive a oportunidade de conhecer esse implemento de saúde, que vem ajudando centenas de pessoas com deficiência em uma melhor qualidade de vida”, disse a secretária.

Histórico – O CVI nasceu no Brasil em 1988 com o compromisso de empoderar as pessoas com deficiência, acreditando que todos têm capacidade para gerir a própria vida, assumir responsabilidades, tomar decisões e realizar seus desejos, mesmo que tenham uma deficiência severa. O CVI é uma associação de utilidade pública, sem fins lucrativos, que representa o Movimento de Vida Independente na América Latina e adota uma perspectiva transformadora: um modelo não assistencial que tem como principal paradigma a inclusão social.

Tem como missão transformar a representação da deficiência em nossa sociedade para que o indivíduo seja percebido em sua singularidade, contribuindo para o desenvolvimento e construção de um país mais igualitário. No Amazonas, o CVI já existe há mais de 12 anos, focado nos princípios da vida independente e na inclusão de pessoas com deficiência. O CVI Amazonas funciona de segunda a sexta, das 8h às 14h, na rua Acari, nº 50, bairro Japiim, zona sul de Manaus.

Fonte: Portal Flagrante

Deixe uma resposta

468 ad