Ser Lesado

Curiosidade e Informação sobre Lesão Medular

O Intestino Neurogênico do lesado medular

Posted by on jan 17, 2017

Por Dra. Dariene Rodrigues

Após uma lesão medular, o sistema nervoso não consegue mais controlar a função intestinal da mesma maneira como fazia antes. Para a maioria das pessoas, o processo digestivo é controlado a partir do cérebro por reflexos e ações voluntárias. A lesão medular interfere com esse processo bloqueando as mensagens que partem do sistema digestório para o cérebro e deste pela medula espinhal, de volta para o intestino. Como isto afetará a função intestinal dependendo do nível da lesão na medula.

Em condições normais, o cólon armazena as fezes até elas serem impelidas para fora com os movimentos intestinais. Quando as fezes são empurradas para o reto, é desencadeada uma ação reflexa. Esta ação provoca a contração do esfíncter anal, mantendo-o fechado para que as fezes não possam escapar. Sem a lesão medular, as pessoas podem sentir as fezes no reto e, voluntariamente, contrair o esfíncter anal para segurá-las.

Assim, terão tempo para encontrar um banheiro, relaxar o esfíncter anal e eliminar as fezes. A lesão medular as impede de sentir as fezes no reto e de controlar o seu esfíncter anal.

Isto também pode afetar a peristalse (como as fezes se movem através do seu cólon). Geralmente, ocorrem dois padrões básicos de intestino neurogênico após uma lesão medular, dependendo de qual parte da medula foi lesada.

fig-1
Trato Gastrointestinal
  • Intestino reflexivo (ou espástico): Resulta, em geral, de lesões altas na medula, no nível cervical (pescoço) ou torácico (tórax). Este tipo de lesão interrompe as mensagens entre o cólon e o cérebro que são retransmitidas pela medula espinhal. Abaixo da lesão, a medula espinhal ainda coordena os reflexos intestinais. Isto significa que embora não sinta necessidade de eliminar as fezes do intestino, ainda há a peristalse reflexa. A presença de fezes formadas no reto pode desencadear um reflexo de movimento intestinal sem aviso. Entre os movimentos intestinais, o esfíncter anal permanecerá fechado e o seu cólon responderá a uma estimulação retal digital e a medicações estimulantes com peristalse reflexa que expulsará as fezes para fora.
  • Intestino arreflexivo (ou flácido): Resulta de uma lesão na extremidade inferior, no final da medula espinhal (ao nível lombar ou sacral) ou nos ramos dos nervos que se dirigem para fora do intestino. Isto significa que a pessoa terá uma peristalse reduzida e redução do controle reflexo do esfíncter anal. Nesta situação, o intestino não é controlado pelos reflexos vindos da medula espinhal. O paciente pode não sentir necessidade de eliminar as fezes, e o seu reto poderá esvaziar-se facilmente, por si mesmo. A localização da lesão medular tem muito a ver com o programa de educação intestinal que melhor se adaptará em cada caso.

Um programa de reeducação intestinal bem planejado poderá ajudar o paciente com lesão medular a ter uma vida mais saudável. O programa pode ajudar a prevenir movimentos intestinais (ou de evacuação) não planejados (também chamados de evento intestinal, incontinência ou involuntários); a evitar problemas como a constipação; a retomar o controle de uma função corporal que, se negligenciada, pode causar embaraços, constrangimentos ou situações desagradáveis; a melhorar a confiança para enfrentar situações de trabalho e sociais sem embaraço.

ATENÇÃO

Envie seu e-mail para contato@ladobmodainclusiva.com.br e receba informações sobre o Programa de Reeducação Intestinal.

Fonte: https://ladobmodainclusiva.com.br

Deixe uma resposta