Ser Lesado

Curiosidade e Informação sobre Lesão Medular

Notícias recentes

Jovem tetraplégico lança livro sobre a vida após o acidente

Posted by on 2:30 pm in Livros e Filmes, Notícias, Tetraplégicos | 0 comments

Jovem tetraplégico lança livro sobre a vida após o acidente

Horas após a celebração do ano novo de 1992, Carlos Eduardo Rosa, um então jovem de 18 anos, dormia em seu carro, estacionado na Praia da Barra. Ele optou por não voltar para casa imediatamente porque o amigo que seria o motorista da vez havia bebido. Mas, momentos depois, quatro veículos foram atingidos por um carro desgovernado. Kazê, como é apelidado, foi o único a sofrer sequelas: ficou tetraplégico. É claro que ele nunca queria ter passado por essa situação, explica, mas, entre o abatimento e o otimismo, ficou com a segunda opção. No mês que vem (dia 9, no Rio Shopping), o cadeirante, que é jogador de power soccer (futebol adaptado) e pintor, vai lançar o livro “Vinte anos e dois meses depois: muito além do trocar os pés pelas rodas”, sobre sua vida.

A que período se referem os 20 anos do título do livro?

Quase dois meses depois do acidente eu fui para o hospital Sarah Kubitschek, de Brasília, para um período de reabilitação. Era tudo muito novo para mim, eu ainda não havia entendido direito o que se passara. Vinte anos e dois meses depois, fui fazer um procedimento médico no Sarah Kubitschek de Belo Horizonte. Lá eu cheguei com muito mais autonomia; eu havia me transformado em outra pessoa, falando com todo mundo, com domínio sobre a cadeira etc. Naquela noite, decidi que esse seria o título do livro, que na verdade eu já escrevia há muitos anos; é quase como um diário.

Você era adepto de muitos esportes. Como foi a mudança após o acidente?

Eu jogava futebol, lutava caratê e jiu-jítsu, pegava onda, escalei o Pão de Açucar, o Dedo de Deus… Enfim, praticava muitos esportes, e queria continuar assim. A primeira experiência foi o mergulho adaptado, que é uma experiência ótima, mas eu não faço esforço, só sou conduzido. Eu queria mesmo praticar alguma coisa, e não conseguia jogar vôlei, basquete e tênis, porque não tenho força nos braços. Tentei a bocha, mas não gostei muito. Aí descobri o power soccer, em 2010, quando fundamos o primeiro time da América Latina.

Como é o power soccer?

Meu amigo, Ricardo Gonzales, trouxe o esporte para o Brasil. São três jogadores na linha e um no gol, todos numa cadeira adaptada, que tem um foot guard na frente, que seria a nossa chuteira, para empurrar a bola. Tem algumas especificidades, mas no geral seguimos as regras do futsal. A bola é um pouco maior. O esporte está cotado para entrar na Paralimpíada.

Você é atual campeão brasileiro.

Sim, pelo Rio de Janeiro Power Soccer. Ganhamos em 2014 também, dois anos depois da fundação do Campeonato Brasileiro. O primeiro time do qual participei foi o Novo Ser, em 2010. Hoje o campeonato nacional já tem seis times, com equipes do Sul, do Ceará e de São Paulo também. Além disso, faço parte da seleção brasileira. Já fomos campeões sul-americanos em 2015, contra Argentina e Uruguai.

E qual sua principal ocupação atualmente?

A pintura. Faço parte da Associação de Pintores com as Bocas e os Pés, baseada na Suíça, que transformam quadros dos artistas em cartões e calendários, para serem vendidos. Diferentemente do esporte, essa foi uma habilidade que desenvolvi após o acidente. Antes eu não conseguia pintar nem uma casinha, e, quando um amigo me convidou para participar do projeto, fiquei reticente. Minha primeira tentativa foi pintar um pôr do sol. Eu gostei e mostrei para o meu irmão, que elogiou o “ovo frito que eu fiz” (risos). Fiquei uns seis meses sem pintar de novo, até que uma outra amiga, artista, me incentivou. Além disso, toco gaita, mas mais na brincadeira.

Como é viver no Rio em termos de acessibilidade?

Complicado. As calçadas são ruins, e, quando há rampas, muitas delas são malfeitas. Ônibus adaptados também não funcionam, nós ficamos muito inseguros. Em casa, sempre tive ajuda dos meus pais, e tenho um programa especial de computador que me permite fazer tudo por comando de voz.

Você costuma ser convidado para dar palestras sobre sua vida?

Sim, em várias empresas. Sempre fui um cara bem otimista, nunca me deixei abater pela lesão. Claro que não queria ter sofrido isso, mas eu soube lidar com a situação de uma maneira bem tranquila. Tento me proporcionar momentos felizes.

Fonte: O Globo

Don’t Worry, He Won’t Get Far on Foot

Posted by on 8:57 pm in Livros e Filmes, Notícias, Tetraplégicos | 0 comments

Don’t Worry, He Won’t Get Far on Foot

Baseado na autobiografia do cartunista John Callahan (Joaquin Phoenix), um jovem conturbado que ficou tetraplégico aos 21 anos, após um grave grave acidente automobilístico. Conheça a vida e a obra de um dos cartunistas mais improváveis (e perseverantes) do mundo, lutando contra suas limitações físicas e mentais para realizar o sonho de ter uma carreira artística.

Fonte: AdoroCinema

Romance acompanha trajeto de cadeirante gay em cidade pouco acessivél

Posted by on 8:26 pm in Livros e Filmes, Notícias | 0 comments

Romance acompanha trajeto de cadeirante gay em cidade pouco acessivél

Um romance urgente sobre intolerância e marginalização de uma nova e potente voz da literatura brasileira. Uma manhã chuvosa no Rio de Janeiro. Antônio, um cadeirante negro de classe média, circula pela cidade enquanto o caminhão que carrega sua pequena mudança se afasta da casa em que ele viveu até então. De metrô, ônibus e balsa, não sem dificuldades, ele se desloca em sua cadeira de rodas capenga em direção à sua nova casa, que de nova não tem tanto assim: endividado e sem outra alternativa, Antônio está voltando à casa da sua infância, à casa do pai, a quem ele não vê há mais de vinte anos. Enquanto avança nessa odisseia particular rumo à casa dos pais, ele atravessa também um percurso memorial pelas passagens mais cruciais da sua vida: o relacionamento com seu pai – o “Comandante”–, os anos na Escola militar, a descoberta da homossexualidade, a carreira de fotógrafo, o acidente que o tornou paraplégico. Com uma escrita precisa e mordaz, Carlos Eduardo Pereira constrói em “Enquanto os Dentes” um retrato duro e necessário de um Brasil violento: não a violência das ruas, mas a agressividade da intolerância e da discriminação que se escondem dentro das próprias casas, famílias e instituições.

Onde comprar: Livraria Cultura

 

Livro “Estou Vivo”, realizado por voluntários, traz histórias de superação

Posted by on 12:27 pm in Eventos, Livros e Filmes, Notícias | 0 comments

Livro “Estou Vivo”, realizado por voluntários, traz histórias de superação

Washington joga rugby, mas quando tinha 17 anos mergulhou numa piscina e ficou tetraplégico. Beatris teve um AVC na lua-de-mel e ficou paralisada, atualmente está animada em voltar ao trabalho. Tamires também teve AVC aos 24 anos e está numa cadeira de rodas, mas consegue ficar em pé com ajuda e trabalha com a possibilidade de voltar a andar. Paulo tem ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica): a doença degenerativa o faz comunicar-se só via computador, mas ele diz que, enquanto tiver condições, quer continuar vivo. Aqueles que se tornaram cadeirantes ou estão limitados pelas doenças fazem questão de dizer que estão vivos e contam suas histórias no livro “Estou Vivo”, escrito pelo jornalista João Nunes e organizado pela psicóloga aposentada Maria Rodrigues Naves, do Centro de Referência em Reabilitação (CRR) Jorge Rafful Kanawaty – SUS Campinas, no distrito de Sousas. A obra será lançada no dia 26 de setembro, noSalão Vermelho da Prefeitura Municipal de Campinas, a partir das 17h. A entrada é aberta ao público.


O livro em si tem uma história de resiliência como seus personagens: inicialmente, previu-se o financiamento via vaquinha virtual, mas a equipe de profissionais do CRR, sensibilizada, resolveu assumir o projeto e organizou um sarau onde foram arrecadados mais de R$ 3 mil. Como o projeto precisaria de cerca de R$ 9 mil, a mesma equipe realizou um bingo com prêmios arrecadados junto a amigos e parentes. Essas duas ações praticamente financiaram o livro. “Estou Vivo” passou a ser chamado carinhosamente de “nosso livro”.

“Estou Vivo” é, portanto, resultado de um trabalho voluntário do jornalista João Nunes, da psicóloga Maria Rodrigues Naves e de todos que se envolveram no projeto. Toda a arrecadação das vendas irá para os donos da história. São 13 depoimentos. Onze de pacientes atendidos por Maria, que sofreram traumas físicos, recuperaram parte das capacidades motoras e reiniciaram uma vida nova. O 12º é de um ex-paciente que não ficou com sequelas e se tornou responsável por uma das oficinas do CRR e o 13º, da mãe de um dos pacientes, que também se tornou cuidadora.

Serviço:

Lançamento do livro “Estou Vivo”
Local: Salão Vermelho da Prefeitura. Avenida Anchieta, 200, Centro – Campinas
Data: 26 de setembro
Horário: 17h às 21h
Entrada: gratuita
Preço do livro: R$ 30

 Fonte: campinas.com.br

Livro – Inquebrável

Posted by on 8:32 pm in Livros e Filmes, Notícias | 0 comments

Livro – Inquebrável

Julho de 2009. Prestes a embarcar para a Itália, onde desfilaria como modelo por uma grife de luxo, Fernando Fernandes sofreu um acidente de carro. Como consequência, ele quebrou a coluna e perdeu os movimentos das pernas.

Agosto de 2010, pouco mais de um ano e um mês depois do acidente. Fernando sagrou-se campeão mundial de paracanoagem na Polônia.

Escrito com o jornalista Pablo Miyazawa, este livro é um relato emocionante que mostra como um jovem apaixonado por esportes não se deixou abater por uma tragédia e se transformou num exemplo nacional. Incluindo trechos impactantes do diário que Fernando escreveu no hospital dias depois da batida de carro, Inquebrável é uma história de resiliência, fé e, sobretudo, confiança no próprio potencial.

Onde Comprar: aqui

Inseparáveis, remake argentino de Os Intocáveis, estreia essa quinta nos cinemas!

Posted by on 2:42 pm in Livros e Filmes, Notícias | 0 comments

Inseparáveis, remake argentino de Os Intocáveis, estreia essa quinta nos cinemas!

Inseparáveis, o remake argentino do filme Os Intocáveis estreia no Brasil em junho. A trama do filme não muda muito nessa comédia, um rico empresário tetraplégico, por causa de um acidente procura por um novo assistente. Apesar de conhecer pessoas muito qualificadas, ele decide contratar seu jardineiro, ainda que as pessoas mais próximas a ele desaprovem sua escolha. E assim, uma amizade entre os dois começa a brotar.

Felipe (Oscar Martinez) um homem de negócios rico que se tornou paraplégico devido a um acidente, está procurando um assistente terapêutico. Ele acaba contratando Tito(Rodrigo De la Serna), um jovem que o ajudará a se conectar novamente com o significado da vida que, por sua condição, ele parou de ter.

O filme argentino tem direção de Marcos Carnevale e foi exibido na Festival Internacional de Cinema de Veneza. 

Inseparáveis estreia nos cinemas em 1º de junho.

Fonte: Arrobanerd

A SEXUALIDADE DAS MULHERES COM LESÃO MEDULAR DA FICÇÃO À REALIDADE

Posted by on 1:23 pm in Livros e Filmes, Notícias, Sexualidade | 0 comments

A SEXUALIDADE DAS MULHERES COM LESÃO MEDULAR DA FICÇÃO À REALIDADE

Falar sobre a sexualidade das mulheres com lesão medular implica necessariamente em abordar o conceito sexualidade humana de forma ampla, em toda sua dimensão, ou seja, abrangendo os aspectos físico-biológicos, socioculturais, econômicos e políticos.

Nesse contexto, a sexualidade masculina ainda se confunde com a prática “machista”, com todos os significados que este termo contém e que é tão sobejamente conhecido. A sexualidade feminina assume ainda contornos de submissão, repressão, sob a égide da dominação masculina que, contraditoriamente, explora o erotismo do corpo feminino em todos os níveis, transformando-o em objeto de prazer.

A despeito das mudanças que se processam quanto à função social da mulher hoje, principalmente a partir do seu engajamento no mercado de trabalho e, decorrente, de seu papel mais participativo em termos de equidade com o homem no seio da família, permanecem ainda resquícios da sociedade patriarcal e autoritária da sociedade fálica.

por Débora Araújo Leal

Onde Comprar: Clube de Autores

 

‘Depois daquele dia’,

Posted by on 9:32 pm in Livros e Filmes, Notícias, Tetraplégicos | 0 comments

‘Depois daquele dia’,

‘Depois daquele dia’, biografia de Mara Gabrilli escrita pela jornalista Milly Lacombe, foi um dos livros mais comentados e compartilhados nas redes sociais.

Compartilho com vocês a sinopse da biografia e deixo aqui o convite para que conheçam a história dessa grande mulher. Lembrando que a obra está disponível nas versões impressa, áudio e digital.


“O dia 21 de agosto de 1994 mudaria para sempre a vida de Mara Gabrilli. Uma estrada sinuosa, um carro em alta velocidade, uma curva malfeita. Depois de um fim de semana em Paraty, ao lado do namorado e do melhor amigo, Mara acordaria no hospital e, aos 26 anos, descobriria que uma fratura nas vértebras havia lhe tirado os movimentos do pescoço para baixo.

Terminava ali a vida da garota sem limites, que não tinha medo de nada e adorava aventuras. Em seu lugar, nascia uma mulher que precisou lutar, primeiro, para respirar. Quando conseguiu fazê-lo sozinha, sem a ajuda de aparelhos, “tudo ficou fácil”. Foram meses de superação e de hospitais. Primeiro em São Paulo, depois nos Estados Unidos. Tempo em que sua família deixou tudo de lado para buscar o melhor tratamento possível.

Desde o acidente, Mara é acompanhada 24 horas e auxiliada em todas as atividades do dia a dia. Mesmo assim, a paralisia nunca foi um obstáculo para ela. Nesses quase vinte anos, foi mais longe do que muitas pessoas com perfeitas condições de mobilidade, e decidiu ajudar aqueles que têm alguma dificuldade, mas que, assim como ela, se recusam a aceitar as limitações impostas pela falta de acessibilidade das cidades e pelo preconceito.

Em poucas semanas de encontros regulares, a jornalista e autora Milly Lacombe percebeu a coragem, leveza, bom-humor e força que Mara carrega. Mara Gabrilli – Depois daquele dia é um convite para mergulhar na vida e na alma dessa mulher, que, por sua natureza, não é capaz de ficar sem se mexer”.

Para saber mais e assistir ao trailer da obra, acesse: http://www.saraiva.com.br/mara-gabrilli-depois-daquele-dia-5404506.html

UMA NOVA VIDA, UM NOVO RECOMEÇO, SOBRE RODAS

Posted by on 12:30 pm in Livros e Filmes, Notícias, Tetraplégicos | 0 comments

UMA NOVA VIDA, UM NOVO RECOMEÇO, SOBRE RODAS

Sinopse

Este livro é baseado em uma história real.

Conta sobre o antes e depois da vida de um jovem de 19 anos, que ficou tetraplégico após um acidente de trânsito.

É uma autobiografia que fala de como era sua vida antes de ficar tetraplégico, e como aconteceu o acidente e a sensação de acordar sem mexer nada do corpo, da sua recuperação o recomeço da vida, visitas, frustrações sonhos.

Fala também de como a pintura em tela mudou sua vida e a entrada na APBP ( Associação de Pintores Boca e com os Pés ) devolveu-o a autoestima e a sensação de ser útil novamente.

Enfim, esse é um livro com momentos alegres, tristes, mas o principal é que mostra uma história de superação!

 

Onde Comprar: Clube de Autores

Vida que Brota da Vida

Posted by on 7:36 pm in Livros e Filmes, Notícias | 0 comments

Vida que Brota da Vida

Sinopse: Vida que Brota da Vida é um relato emocionante e emocionado de um tetraplégico que se agarrou, firmemente, às mãos amorosas de Deus, para atravessar tempos inacreditavelmente difíceis.
Nascido no RJ em 1971, Cassiano Ricardo Dezotti de Abreu trabalhava como gerente de expediente na agência Ipanema-RJ, do Banco do Brasil, até que, em 2006, foi alvejado no pescoço durante um assalto, que o deixou tetraplégico.

O projétil atingiu a coluna, provocando uma lesão muito delicada que por pouco não o levou à morte. Algumas das sequelas físicas resultantes do tiro são irreversíveis, como a paralisia de seus membros inferiores e do braço direito. Essa agressão provocou também danos psicológicos

Depois dos primeiros meses de impacto, sofrimento e revolta, Cassiano começou a dura fase de reabilitação. Seu diferencial, em relação a outras pessoas que encontrou no caminho, foi a fé.

A lesão medular foi um renascimento, e o livro foi escrito para testemunhar às pessoas o quanto Jesus é poderoso e misericordioso. O livro fala de vários tempos da vida do autor, mas, relata, sobretudo, a história de um homem corajoso e valente seguidor de Cristo no Calvário de sua vida e que, com Ele, despertou para uma nova vida.

Onde Comprar:

Instituto Novo Ser

Livraria da Travessa