Ser Lesado

Curiosidade e Informação sobre Lesão Medular

“Não sei o que seria da minha vida sem o esporte”

Posted by on maio 27, 2017

Com uma história de superação e dedicação ao esporte Maicon Martins, 38 anos, é exemplo e motivo de orgulho para os moradores de Santo Antônio de Posse. Foi através da pratica do esporte adaptado que Maicon conseguiu superar as dificuldades renovando o seu senso de pertencimento perante a sociedade. “Não sei o que seria da minha vida sem o esporte”.

Cadeirante portador de lesão medular, o atleta conheceu o esporte adaptado em 2013, através da sua ex-mulher, que na época cursava pós-graduação na Unicamp e o apresentou ao Handebol. Já em 2014, o atleta conquistou o campeonato paulista e brasileiro, permanecendo na modalidade até 2016. A partir desse ano, Maicon trocou o Handebol pela Esgrima em cadeira de rodas onde segue como único representante de Santo Antônio de Posse na modalidade.

“A esgrima é um esporte de muita paciência e técnica. Você tem que estudar. A Cada jogo você melhora e tem de reformular para o outro. Tem de ter um poder de reação e se enquadrar rápido. Variação de golpes, um repertório muito grande e isso se adquire com o tempo, você não nasce com isso”.

“A UNICAMP tem desenvolvido todo planejamento para que a melhora acontecesse, porque o objetivo é chegar em Tokyo 2020. Tem a chance de estar lá, mas isso vai depender dos resultados das competições que estão por vir nesses três anos”.

Com uma rotina exaustiva de treinos o atleta possense nos primeiros dois dias da semana, segunda e sexta-feira sucessivamente, faz academia em Santo Antônio de Posse, e quarta, quinta e sexta-feira, vai para o treinamento de esgrima na UNICAMP.

Para chegar ao índice e fazer parte da deleção que irá para a próxima Olímpiada, Maicon tem de estar entre os quatro primeiros do ranking na classificação geral. “Faz um ano só que estou na esgrima e venci grandes atletas como o Chaves que está na seleção já a mais de cinco anos. Então é uma crescente muito grande”.

Desde seu início na esgrima, o atleta possense já participou de três Copas do Brasil, sendo duas disputadas no ano passado e uma esse ano. Até o momento na sua ainda curta carreira como atleta da esgrima, conquistou duas medalhas de prata, uma nos jogos universitários da UNICAMP e recentemente por equipes na I Copa do Brasil de 2017, onde sua equipe representou o estado de São Paulo na competição. Atualmente na classificação geral Maicon está em sexto lugar no ranking.

Matéria: Anderson Oliveira

CT Paralímpico, São Paulo, SP – 1ª Copa Brasil de Esgrima em cadeira de rodas 2017. Jogo entre , Massarutt vs Martins. ©Leandro Martins/MPIX/CPB

Fonte: O Regional

Deixe uma resposta

468 ad