Ser Lesado

Curiosidade e Informação sobre Lesão Medular

Cadeirante, rainha do Muzenza afirma: “Não dava para ficar chorando pelo que ainda não tem cura”

Posted by on mar 6, 2019

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

O afro Muzenza, tradicional bloco da folia soteropolitana, emocionou os foliões com uma história de superação no Circuito Osmar (Campo Grande), na noite desta terça-feira (5), último dia do Carnaval. Após um acidente de trânsito, a empresária e comunicóloga formada pela Universidade de Bergamo (Itália) Josy Brasil sofreu uma lesão na medula e hoje é cadeirante. Entretanto, a nova realidade não destruiu os sonhos da passista que já se apresentou até em palcos fora do Brasil.

“Estou há um ano e meio como cadeirante. Leva um tempo para a ficha cair, para você aceitar a situação. Não dava para ficar chorando pelo que ainda não tem cura. Mas, depois do ocorrido, eu comecei a participar de concursos, refazer minha vida. Não me cobrando, apenas procurando melhorar minha condição atual. Tudo o que fiz foi com a intenção de ajudar as pessoas que estão em condições similares à minha”, contou.

Foto: Jefferson / Peixoto / Secom

Josy foi escolhida para ser a rainha do Muzenza no Carnaval 2019. Ela divide o trono com o rei Siry Brasil, que há 14 anos está no posto. O bloco, que completa 38 carnavais este ano, desfila na avenida com o tema “Afrofuturismo”.

“É a primeira vez que me apresento no Brasil, mas ao longo de 11 anos atuei na Itália. Sempre quis ser rainha de um bloco afro. É uma realização. No entanto, nunca pensei que seria como cadeirante. De toda forma, valeu, pois é um legado e serve para mostrar do que um cadeirante é capaz”, afirmou a rainha.

fonte: Varela Notícias

Deixe uma resposta

468 ad