Ser Lesado

Curiosidade e Informação sobre Lesão Medular

Amigos pedalam 50 km para ajudar ciclista que sofreu lesão na coluna

Posted by on fev 21, 2017

Um grupo de amigos se reuniu neste fim de semana para homenagear o ciclista José Wilson Pereira Júnior, ou Ilsinho, como gosta de ser chamado. O atleta sofreu uma queda durante uma trilha em junho do ano passado e teve sérias lesões na coluna, correndo o risco de ficar tetraplégico. Agora, em período de recuperação, tem contado com a força dos amigos para superar o momento difícil.

– É de uma simplicidade, de uma humildade muito grande. O cara não merece o que está passando, mas merece a solidariedade e o companheirismo de todo mundo – diz o advogado Ivan Moriosa.

Ivan e cerca de outros 80 ciclistas acordaram cedo neste domingo e percorreram aproximadamente 50 km – de Pouso Alegre até Cambuí – para homenagear e também ajudar Ilsinho, que foi tricampeão da Copa Inconfidentes, campeão Iron Biker e número 1 do ranking nacional da modalidade Trilha em 2011. Além da visita, os amigos também fizeram uma vaquinha e doaram R$ 4,4 mil para ajudar na fisioterapia.

– É uma satisfação não só de poder ajudá-lo, [mas] também da gente estar aqui, praticando o esporte que a gente gosta – completa o advogado Andrei River.

Amigos pedalaram cerca de 50 km para homenagear Ilsinho (Foto: Reprodução/ EPTV)Amigos pedalaram cerca de 50 km para homenagear Ilsinho (Foto: Reprodução/ EPTV)

Recuperação
Ilsinho chegou a ser diagnosticado com um quadro de tetraplegia total, mas com muito esforço, tem contrariado as expectativas iniciais e agora já sonha até com voltar à antiga vida.

– Voltar a pedalar, voltar a ter uma vida normal e correr atrás dos meus objetivos. É isso. Vou [conseguir] sem sombras de dúvidas. Nunca tive dúvida disso, sempre tive muita fé em Deus que eu ia conseguir e estou conseguindo.

Com tanta determinação, Ilsinho aos poucos vai recuperando os movimentos. Em um vídeo feito pela família, é possível ver quando ele se levanta pela primeira vez sozinho, sem a ajuda de ninguém. Em outro, ele chega a pedalar em uma bicicleta ergométrica. O progresso emociona os amigos.

– Quando ele começou, a gente começou junto. E ver a evolução dele… e a recuperação e a força de vontade dele, é emocionante – conta o pedreiro Sérgio Manoel da Silva.

– Dediquei a minha vida inteira [ao esporte]. E aí ver o pessoal reconhecendo isso, com essa amizade, com essa união, é uma emoção muito grande para mim – conclui Ilsinho.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

468 ad